15/11/2017

O Mercado do Bolhão reabriu a 15 de setembro de 2022, depois de uma exigente obra de restauro e modernização para acolher os comerciantes, clientes e visitantes.


No coração da cidade, o Bolhão apresenta-se com a sua alma de sempre, mas também com novidades. O mercado de frescos continua a ser o principal protagonista deste edifício emblemático da cidade. Ao todo, o Mercado reabriu portas com mais de 70 comerciantes com produtos diversos, que vão desde o peixe, aos legumes e frutas, mas também passando pelo artesanato ou cafetaria, mencionando apenas alguns exemplos.


Além dos melhores produtos da época nas bancas do piso térreo, o Bolhão tem 38 lojas que abraçam o exterior do edifício e que, em breve, estarão a funcionar na plenitude. Dez restaurantes terão morada no primeiro piso.


A empreitada de Restauro e Modernização do Mercado do Bolhão teve apoio financeiro público nacional/regional no montante de 13.453.913,62 € e de fundos comunitários FEDER no montante de 14.897.496,73 €. O investimento elegível aprovado é de 26.426.215,74 €.


79 bancas // 38 lojas exteriores // 10 restaurantes


FACTOS & NÚMEROS


•             8.555 m2 de fachada

•             186 florões e 420 dentilhões

•             5.630 m2 de cobertura

•             30.000 m3 de escavação para cave logística

•             542 estacas fazem a contenção no perímetro da cave


PRINCIPAIS NOVIDADES


Cave logística e túnel

A envolvente do Bolhão deixará de ser ocupada por viaturas com cargas e descargas. Um novo túnel que liga o Bolhão à Rua do Ateneu Comercial do Porto (outra empreitada) confere o acesso a uma cave logística inovadora, com um caminho a percorrer ao longo de 120 metros, sustentados por 750 toneladas de aço e 3.500 m3 de betão.

Deste modo, o espaço público é devolvido à cidade, sem ocupar indevidamente os passeios deste quarteirão central da baixa do Porto.


Ligação direta à estação de Metro

O edifício do Bolhão passa a ter a Praça do Metro, com ligação direta à estação que lhe está dedicada. Os utilizadores poderão desembarcar diretamente na estação do Bolhão e entrar no piso do mercado de frescos.


Novo passadiço que liga as ruas Alexandre Braga e Sá da Bandeira

A maior permeabilidade do edifício e a sua maior integração com a cidade constrói-se pelo conjunto de várias novidades, das quais se destaca uma nova passagem pedonal. Num piso intermédio, é possível atravessar o Bolhão para mais comodamente aceder aos espaços, ou simplesmente para vislumbrar este edifício icónico da cidade.


Visualização do skyline do edifício

Na década de 40, o passadiço do Bolhão foi coberto para aí se instalarem vendedores de animais. No projeto de restauro, a opção passou por retirar essa cobertura e devolver ao edifício a leitura completa do seu skyline, de um extremo ao outro.


10 elevadores

Antes desta intervenção, não existia qualquer elevador no Bolhão. Agora, o edifício está dotado de 10 elevadores para os visitantes e clientes, mas também para apoio aos comerciantes e operações logísticas. Uma aposta na acessibilidade.


Áreas setorizadas

A reorganização dos comerciantes permite comunicar uma segmentação clara da oferta. No primeiro piso (terrado), encontra-se o mercado de frescos; no segundo piso, os restaurantes e as galerias para ocupações temporárias. As lojas estão localizadas no exterior, em toda a volta do edifício.


Áreas técnicas e equipamentos especializados

Pela primeira vez, o Bolhão disponibiliza aos seus comerciantes espaços de arrumos e balneários devidamente apetrechados, bem como equipamentos de apoio de grande utilidade para o exercício das atividades, como câmaras frigoríficas de armazenamento comum, uma máquina de produção de gelo – essencial para as bancas de peixe -, uma sala de resíduos com todo o equipamento de tratamento, separação e compactação de lixo, incluindo câmara para os resíduos M3.


Cozinha do Bolhão

Uma cozinha totalmente equipada para acolher showcookings e outros eventos gastronómicos instala-se junto da escadaria central. Com a parceria da Meireles, o espaço permitirá acomodar diversas iniciativas que podem ocorrer isoladamente ou tirando partido de outros espaços existentes, como as galerias ou o pequeno auditório (na zona da Direção do Mercado).

18/01/2023
Bolhão finalista do Prémio Nacional do Imobiliário 2023
O Mercado do Bolhão está nomeado para o Prémio Nacional do Imobiliário 2023, nas categorias de “Empreendimentos Coletivos” e “Reabilitação”. O concurso, organizado pela Magazine Imobiliário, é um dos eventos mais mediáticos da área realizado em Portugal.
22/11/2022
Bolhão, TIC e Prémio Cidade destacam excelência do Porto na área da construção
“O Porto esteve em destaque nos Prémios Construir 2022”. Quem o diz é a própria organização, que atribuiu à Invicta uma mão cheia de prémios pela excelência na área da construção. Além do Mercado do Bolhão, do Terminal Intermodal de Campanhã e do Porto Office Park, o Porto foi distinguido com o Prémio Cidade, na cerimónia que teve lugar em Lisboa, esta segunda-feira. O Prémio Cidade é o “galardão que reconhece o caminho que a cidade e a região têm feito em matéria de urbanismo, ordenamento do território, sustentabilidade ou habitação, tornando-a num polo de atratividade por excelência não apenas para investidores como para turistas”. Para este dinamismo contribuíram algumas das mais recentes obras que têm nascido na cidade. Nesta 15.ª edição dos Prémios Construir, a renovação do Mercado do Bolhão foi reconhecida em duas categorias: ‘Melhor Projeto de Reabilitação’, entregue ao arquiteto Nuno Valentim, e ‘Melhor Espaço de Comércio e Serviços’ na área de ‘Imobiliário’, recebido pelo vereador do Urbanismo e Espaço Público, Pedro Baganha. Uma terceira distinção que incluiu o Bolhão foi entregue à MC2E - Consultores de Engenharia, responsável pela ‘Fiscalização e Coordenação’ do mercado. Para o Porto veio também o troféu de ‘Melhor Projeto Público’ de ‘Arquitetura’, distinção entregue a Nuno Brandão Costa e ao projeto que desenhou para o Terminal Intermodal de Campanhã. Recorde-se que, em abril, o arquiteto portuense já havia sido vencedor do prémio atribuído pela Associação Internacional de Críticos de Arte.
15/07/2022
Rui Moreira abre portas do Bolhão já restaurado
Precisamente a dois meses da tão ansiada reabertura das portas do Mercado do Bolhão, o Presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, apresentou em conferência de imprensa o balanço da empreitada de restauro e modernização do edifício icónico da cidade. Com a empreitada concluída, decorrem agora pequenas correções na sequência das vistorias realizadas. Outra das etapas mais relevantes neste processo está também terminada: a realização das visitas pelos comerciantes para conhecerem in loco os seus novos espaços e preparem a sua instalação.  O edifício terá um total de 81 bancas, 38 lojas e 10 restaurantes, acomodando 87 comerciantes históricos. As 7 bancas e 6 lojas que se encontram por atribuir serão alvo de concurso. Algumas das lojas e restaurantes não deverão estar abertos logo a 15 de setembro, uma vez que estão ainda a decorrer as obras no interior de cada um dos espaços. Mas a alma do Bolhão estará lá, para receber os portuenses e visitantes.  
17/06/2022
Bolhão reabre portas a 15 de setembro
O Presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, anunciou esta semana a data de reabertura do Mercado do Bolhão. A 15 de setembro de 2022, este património icónico da cidade reabre e os comerciantes e inquilinos históricos regressarão à casa, para um Bolhão que preserva a sua identidade e vocação enquanto mercado de frescos. Dotado de todas as infraestruturas e condições que o deixam preparado para os próximos 100 anos, o Mercado do Bolhão terá um total de 81 bancas, 10 restaurantes e 38 lojas. Atualmente, a obra está concluída e estão em curso os ensaios e vistorias, bem como as obras no interior dos espaços, a realizar pelos próprios comerciantes e inquilinos. No local, já se encontram colocados os equipamentos necessários ao exercício da atividade dos comerciantes e a sinalética está em fase final de colocação.
27/03/2021
Conheça o progresso das obras do Mercado do Bolhão
A obra de relojoaria do Mercado do Bolhão prossegue com todos os ponteiros acertados para a sua reabertura na segunda metade do ano. Túnel construído, fachadas restauradas, remodelação integral da cobertura concluída e uma cave em fase de execução. Cerca de 120 trabalhadores dedicados à empreitada que vai devolver o histórico equipamento à cidade, tornando todo o quarteirão numa referência alimentar não só para o Porto como para toda a Região Norte.
27/03/2021
Túnel está concluído
A obra do túnel do Bolhão, com entrada pela Rua do Ateneu Comercial do Porto, está concluída. Portões abertos, um para a entrada e outro para a saída das cargas e descargas, foi o último ponto de passagem na mais recente visita de Rui Moreira ao local. Um caminho a percorrer ao longo de 120 metros de percurso, sustentados por 750 toneladas de aço e 3.500 m3 de betão. E uma obra de engenharia que desafiou olimpicamente todas as vicissitudes, e que, mesmo assim, foi concretizada em 18 meses.
18/03/2021
Ruas da Formosa e Alexandre Braga abertas à circulação de transporte público
Encerradas ao trânsito há cerca de ano e meio devido às obras do Bolhão, as ruas da Formosa e de Alexandre Braga estão reabertas à circulação de transporte público a partir de hoje, dia em que também fica concluída a colocação de uma nova tela gigante que envolve o quarteirão do mercado, com os rostos familiares daqueles que lhe dão vida. A partir da tarde desta quinta-feira, o troço da Rua Formosa compreendido entre a Rua de Sá da Bandeira e a Rua de Santa Catarina fica reaberto à circulação de transporte público, a cargas e descargas, acesso a garagens e a motociclos.
06/06/2020
Deixe-se conduzir pelo arquiteto Nuno Valentim numa visita guiada às obras do Mercado do Bolhão
Um dos mais premiados arquitetos de reabilitação do país é o responsável pelo projeto que está a restaurar o Mercado do Bolhão. Há pouco mais de uma semana, e com as obras a todo o gás, Nuno Valentim mostrou a Rui Moreira o que está a ser feito para recuperar cada um dos pormenores que fazem deste edifício um dos mais emblemáticos da cidade do Porto, desde 1914.
02/10/2019
Design e arte urbana envolvem o Bolhão
O Mercado do Bolhão está diferente por dentro e por fora: enquanto decorrem o restauro e a modernização no interior do edifício, a envolvente da obra está agora completamente revestida por criações artísticas. A tela "Porto." protetora foi renovada e, paralelamente, foi concluído o projeto de criações de arte urbana em torno do quarteirão do Mercado do Bolhão. Os quatro artistas que responderam ao desafio da Câmara do Porto - os portuenses Hazul e GodMess (Tiago Gomes), o lisboeta The Caver e o maiato OKER (Mário Fonseca) - utilizaram como "tela" os próprios tapumes das obras. E o resultado está à vista de quem passa pelas ruas de Sá da Bandeira, Fernandes Tomás, Alexandre Braga ou Formosa, oferecendo assim uma narrativa visual bem mais agradável do que o estaleiro de obra.
09/08/2019
Arranca construção do Túnel do Bolhão
Os trabalhos para a construção do chamado Túnel do Bolhão, no centro da cidade, têm início no dia 20 de agosto. A obra vai assim decorrer em paralelo com a de restauro do Mercado do Bolhão, que permitirá devolver à cidade o seu tradicional mercado de frescos com condições superiores aos mais diversos níveis. A criação do Túnel do Bolhão, entre a Rua do Ateneu Comercial do Porto e a Rua de Alexandre Braga - passando sob a Rua Formosa - vai possibilitar o acesso direto ao piso subterrâneo de logística do Mercado do Bolhão quando este reabrir. Será, por isso, uma infraestrutura essencial para o funcionamento do Mercado e também para a proteção da mobilidade na sua envolvente, já que absorverá o trânsito de veículos para abastecimento dos comerciantes. 
01/09/2018
Obra do Mercado do Bolhão envolvida por tela
Foi instalada no Mercado do Bolhão uma tela gigante, com a imagem "Porto.", que cobre grande parte do quarteirão do centenário edifício. O grande tapume tem como principal objetivo a minimização do ruído sonoro e visual da empreitada, além de servir a estratégia de promoção da Câmara do Porto em tudo o que diz respeito ao projeto de restauro e modernização do emblemático Mercado do Bolhão.
15/05/2018
O dia zero do resto da vida do Bolhão
Foi consignada oficialmente a obra de restauro do Mercado do Bolhão. 15 de maio de 2018 é, por isso, a data histórica que marca, 100 anos após a inauguração do antigo mercado, o resto da sua vida. Contam-se, agora, dois anos para que fique pronta a obra que devolverá à cidade um dos seus mais importantes valores patrimoniais, intacto na sua essência e sempre como mercado tradicional e público, de frescos, como nasceu. O ato de assinatura entre a Câmara do Porto e o consórcio responsável pela obra foi logo seguido da entrada das primeiras máquinas no edifício.
02/05/2018
Milhares de pessoas na abertura do Mercado Temporário do Bolhão
O Mercado Temporário do Bolhão abriu portas no dia 2 de maio. Marcelo Rebelo de Sousa e Rui Moreira juntaram-se à multidão que quis conhecer o novo espaço, fazendo a pé o breve percurso que dista entre os dois equipamentos. A visita foi demorada, porque nada ficou por ver. Entre vivas constantes aos presidentes, a alma do Bolhão provou, também ela, estar bem viva e satisfeita com as "condições excelentes" do Temporário.
12/03/2018
Mercado Temporário do Bolhão abre dia 2 de maio
Está definida a data de abertura para o Mercado Temporário do Bolhão, localizado no centro comercial La Vie. A inauguração acontece dia 2 de maio, após a transferência dos comerciantes do Bolhão ocorrer nos últimos dias do mês de abril.
07/03/2018
Transferência em Abril e obras em Maio no Bolhão
A Câmara do Porto já recebeu o último visto do Tribunal de Contas necessário ao arranque das obras no Mercado do Bolhão. Depois daquele tribunal ter validado a empreitada de mais de 22 milhões de euros, que terá a duração de 24 meses, chegou esta semana o visto que permite a gestão da obra por parte da empresa municipal GO Porto.
07/11/2017
Bolhão adjudicado por 22 milhões
A empreitada de restauro e modernização do Mercado do Bolhão foi adjudicada ao agrupamento Alberto Couto Alves S.A. e Lúcio da Silva Azevedo & Filhos S.A por 22.379.000 euros, estando estabelecido um prazo global de execução de 720 dias
18/09/2017
Bolhão: Mercado Temporário pronto
Estão concluídas as obras do Mercado Temporário do Bolhão. A estrutura, que ocupa mais de cinco mil metros quadrados no Centro Comercial La Vie, está preparada para receber os comerciantes do Bolhão, oferecendo-lhes as condições logísticas, de salubridade e de venda que o mercado centenário, neste momento, não reúne.
10/07/2017
Bolhão com fundos comunitários
A primeira candidatura a fundos comunitários do Portugal 2020 para o restauro e modernização do Mercado do Bolhão já foi aprovada. O valor da comparticipação aprovada nesta fase, no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano do Porto, é de 1.566.263,27 euros
21/06/2017
Concluída obra no subsolo do Bolhão
As obras no subsolo do Mercado do Bolhão estão terminadas. Recorde-se que esta foi a primeira empreitada no âmbito do restauro e modernização do Bolhão, que se traduziu no desvio de um curso de água e de infraestruturas subterrâneas. A obra, lançada pela Águas do Porto, era fundamental para permitir a intervenção nas fundações e criação de cave do Mercado.
12/06/2017
Arrancam obras do Mercado Temporário
A construção do mercado que vai acolher, durante cerca de dois anos, os vendedores do Bolhão, começou hoje. A estrutura, que está a ser montada dentro do Centro Comercial La Vie, a menos de 200 metros da entrada Norte do mercado, estará pronta em meados de agosto, e poderá de imediato receber os comerciantes do interior em ótimas condições. Este é, assim, mais um passo importante no desenvolvimento do complexo processo de restauro e modernização do Mercado do Bolhão.
31/03/2017
Avança o "Bolhão" temporário
O concurso para criação de um mercado temporário para acolher os comerciantes do Mercado do Bolhão enquanto este estiver a ser reabilitado foi hoje lançado. O espaço situa-se a poucos metros do mercado, no Centro Comercial La Vie e vai ser totalmente requalificado com bancas de mercado novas e modernas para receber os comerciantes. De acordo com a publicação oficial, a obra, a realizar deve ficar concluída no prazo de 60 dias.
07/03/2017
Maioria dos comerciantes fica no Mercado do Bolhão
Praticamente três quartos dos atuais comerciantes do interior do Bolhão vão continuar quando o edifício estiver reabilitado e já assinaram acordo com a Câmara do Porto. Ao contrário do que acontecia anteriormente, os comerciantes passam a poder transmitir o direito aos filhos, ficando também garantido que o mercado continuará a ser um local de venda de produtos frescos, com administração municipal. Todos manterão actividade dentro dos grupos de venda de produtos alimentares e frescos definidos pela autarquia. No interior do mercado não haverá lojas de marca no terraço, mantendo-se, por isso, o carácter genuíno do equipamento e da sua actividade tradicional.
19/12/2016
Lançado concurso para o Bolhão
O concurso público internacional para o "Restauro e Modernização do Mercado do Bolhão" é esta segunda-feira, 19 de dezembro, lançado, com publicação do anúncio no Jornal Oficial da União Europeia (JOUE). A Câmara do Porto, que usa para o efeito a sua empresa municipal de Gestão e Obras do Porto (GO Porto), optou por um Concurso Limitado por Prévia Qualificação, cuja primeira fase do procedimento consiste na qualificação prévia dos candidatos.
21/11/2016
Bolhão no La Vie aprovado
A localização do Mercado Temporário do Bolhão no Centro Comercial La Vie, a poucos metros do mercado que será restaurado, foi aprovada, em Assembleia Municipal, sem qualquer voto contra. Em causa estava a aprovação do contrato que permitirá à autarquia instalar naquele espaço comercial os comerciantes, enquanto a reabilitação durar. A proposta recebeu 33 votos a favor e 13 abstenções, depois de aprovação, por unanimidade, no Executivo. Será agora lançado o concurso para restaurar o edifício, modernizá-lo e devolvê-lo à cidade como mercado de frescos.
15/11/2016
Unanimidade em torno do Bolhão
O lançamento do concurso para o restauro e modernização do Mercado do Bolhão foi levado a reunião de Câmara, assim como o contrato que permitirá instalar temporariamente os comerciantes no Centro Comercial La Vie. As decisões sobre essa matéria ou foram aprovadas por unanimidade ou apenas com uma abstenção, gerando-se um largo consenso político em torno deste grande projeto para a cidade. Além de explicada a forma como vai ser lançado o concurso, foi explicada também como funcionará a comunicação, nomeadamente, o plano de comunicação e marketing do mercado temporário do Bolhão. O próprio edifício, durante a obra, será "embrulhado" com painéis que, numa primeira fase, serão direcionados para o mercado temporário que ficará situado no Centro Comercial La Vie.
01/08/2016
Obras do Bolhão começaram hoje
Há mais de 30 anos que o Porto ansiava por obras no Mercado do Bolhão. Após muitas promessas, visitas em campanhas eleitorais e outros tantos projetos, o Porto iniciou o restauro e modernização de um espaço icónico. Para já, os trabalhos no subsolo da Rua de Sá da Bandeira não obrigam à saída dos comerciantes, que deverão ser transferidos para o mercado temporário, para regressarem dois anos depois, ao mercado reabilitado, mas preservado na sua alma e nos seus vendedores.
27/07/2016
La Vie é a melhor solução para mercado temporário do Bolhão
O Centro Comercial La Vie Porto (antigo Plaza) vai acolher temporariamente, durante cerca de dois anos, os comerciantes do Mercado do Bolhão. A mudança temporária para um espaço comercial do Centro La Vie, com uma área aproximada de 5.700 metros quadrados, com estacionamento próprio e acesso a partir da mesma estação de Metro que servirá, no futuro, o Mercado do Bolhão reabilitado foi considerada a melhor opção. Das soluções alternativas, o La Vie foi, de longe, considerada a melhor, quer do ponto de vista comercial quer do ponto de vista do conforto para os comerciantes e clientes.
11/07/2016
Obras do Bolhão a 1 de agosto
Ao cabo de mais de três décadas de avanços e recuos, o Mercado do Bolhão vai começar a ser restaurado e modernizado este ano. As obras avançam a 1 de agosto, com trabalhos que decorrerão primeiro no exterior e no subsolo, tornando o processo irreversível. A realização dos trabalhos previstos não implica, ainda, a saída dos comerciantes, ficando sempre garantido o acesso ao mercado e a todas as lojas do exterior.
26/02/2016
Lançadas primeiras obras do Bolhão
A Câmara Municipal do Porto lançou o concurso público para o desvio de uma linha de água que atravessa o mercado do Bolhão no subsolo, numa empreitada prévia à da reabilitação daquele espaço emblemático da cidade.
26/01/2016
Mercado do Bolhão avança
A Câmara do Porto recebeu o parecer vinculativo da Direção-Geral de Cultura que permite requalificar o Mercado do Bolhão.
22/04/2015
Projeto do Mercado do Bolhão apresentado
O mercado do Bolhão ficou a conhecer o seu futuro. Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, apresentou o projeto que vai fazer "renascer" aquele que é considerado uma das "jóias" da cidade do Porto e que estava há 30 anos à espera de obras de reabilitação.
18/04/2015
Bolhão alvo de requalificação
O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, assumiu que os resultados financeiros da autarquia em 2014 vão permitir que a requalificação do Mercado do Bolhão avance sem depender de investidores privados ou de fundos comunitários. "A partir deste momento, o Mercado do Bolhão deixa de depender quer de investidores privados, quer de fundos. Mas com certeza que o vamos candidatar. [Era o que] mais faltava que não fosse candidatável", referiu o autarca.