Início das obras na Avenida de Fernão de Magalhães
25-09-2018

Começa nesta terça-feira, 25 de setembro, a primeira fase (Fase A) da empreitada "Requalificação da Avenida Fernão de Magalhães".


Conforme já anunciado, esta avenida estruturante da cidade do Porto será objeto de uma intervenção profunda de reabilitação urbana, no eixo entre o Campo 24 de Agosto e a Praça do Dr. Francisco Sá Carneiro, num investimento municipal na ordem dos 5,3 milhões de euros. 


O primeiro troço a ser intervencionado será entre o Campo 24 de Agosto e o Jardim de Paulo Vallada, o que significa que o sentido dos trabalhos serão realizados de sul para norte, obrigando, naturalmente, a condicionar o trânsito.

Assim, nesta primeira fase será necessário estabelecer o sentido único sul/norte e proceder a um estreitamento de via na Avenida de Fernão de Magalhães, no troço compreendido entre o Campo 24 de Agosto e a Rua de D. Agostinho de Jesus e Sousa. O trânsito estará proibido, exceto cargas e descargas e acesso a garagens, na Rua do Cardeal D. Américo. Será igualmente proibido estacionar em ambos os lados da Avenida de Fernão de Magalhães, entre o Campo 24 de Agosto e a Rua de D. Agostinho de Jesus e Sousa (consultar detalhadamente aqui).

Estima-se que esta fase esteja concluída a meados do mês de março de 2019, sendo os prazos podem sofrer alterações, caso as condições meteorológicas não permitam a realização dos trabalhos.

Recorde-se que a "Requalificação da Avenida de Fernão de Magalhães" está prevista ser efetuada em quatro fases distintas, de modo mitigar os impactos no trânsito e no quotidiano dos que habitam e trabalham nesta artéria. Tem um tempo estimado de execução de 540 dias, cerca de um ano e meio, sendo a gestão da obra da responsabilidade da GO Porto.

No final da obra, a avenida passará a contar com um corredor bus de alta qualidade, modelo semelhante ao que muitas cidades europeias já aplicaram com sucesso e que apelidaram de "metro bus".