07/11/2023

O jardim histórico da Praça da República vai ser intervencionado, no âmbito da estratégia municipal no domínio do ambiente e espaços verdes. Com o objetivo de revitalizar e transformar este espaço público, o projeto visa tornar esta praça emblemática mais atrativa, acessível e funcional para a comunidade local, bem como para os visitantes.

 

A intervenção no Jardim Teófilo Braga, na Praça da República, levada a cargo pela GO Porto, empresa municipal de Gestão e Obras do Porto, visa reafirmar este espaço verde como um marco do município, quer pelo seu significado histórico, político e social, quer pelo papel que desempenha na qualidade paisagística e ambiental da cidade. Esta requalificação prevê melhorias significativas na qualidade de vida dos cidadãos, promovendo o uso do espaço público e contribuindo para a coesão social.

 

Este projeto, da autoria da Professora Teresa Portela Marques, da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), na vertente de Arquitetura Paisagista, foi concebido para revitalizar este ex-libris do Porto, tornando-o um ponto de encontro acessível e funcional para a comunidade local e um lugar de paragem obrigatória numa visita à cidade.

 

Num investimento municipal na ordem dos 1,55 milhões de euros, a requalificação do Jardim Teófilo Braga traz de volta as origens históricas deste antigo campo militar de 1909, com um traçado linear, simétrico e centralizado, representando assim o marchar dos soldados.

 

A intervenção, com um prazo estimado de 300 dias, conta ainda com a repavimentação dos caminhos do jardim e com a execução de muretes e lancis em granito que vincam o traçado deste espaço verde. De forma a separar a zona pedonal das zonas ajardinadas, prevê-se a plantação de mais de 13 mil arbustos e 150 árvores. Todas as estátuas atuais serão reposicionadas. Está igualmente contemplada a colocação de novas papeleiras, bebedouros e bancos.

 

A Câmara Municipal do Porto, através da GO Porto - Gestão e Obras do Porto, lançou hoje, dia 7 de novembro de 2023, o concurso público para esta empreitada.

 

Aposta municipal nos espaços verdes da cidade

 

A intervenção prevista no Jardim Teófilo Braga enquadra-se na estratégia municipal para o ambiente e espaços verdes, assim como a requalificação de outros jardins emblemáticos da cidade, como são exemplos o Parque de S. Roque e os Jardins do Palácio de Cristal.

 

Nesta estratégia, a Praça da República emergiu como uma área de intervenção prioritária, devido às necessidades de melhoria, mas também ao seu vasto potencial de revitalização. Este projeto está, assim, alinhado com a visão e os objetivos de desenvolvimento urbano sustentável da cidade, promovendo a reabilitação e a revitalização de áreas urbanas centrais, de forma a proporcionar benefícios significativos à comunidade.

 

125 anos de História no centro do Porto

 

O projeto de requalificação da Praça da República reflete os mais de 125 anos em que este espaço foi um vasto campo onde se praticaram exercícios militares, onde se iniciaram revoltas, se afirmaram ideais políticos e se realizaram eventos públicos oficiais de dimensão nacional.

 

São mais de cem anos como jardim público e é este legado histórico que o Município quer salvaguardar, reservando um lugar de destaque para as várias designações da praça e datas evocativas dos acontecimentos políticos mais significativos que nela tiveram lugar: Campo de Santo Ovídio; 24 de Agosto de 1820; Revolução Liberal do Porto; Campo da Regeneração; 31 de Janeiro de 1891; República; 5 de Outubro de 1910; Jardim Teófilo Braga.

Ver também
Notícias