21/03/2024

A requalificação e ampliação da Biblioteca Pública Municipal do Porto é uma empreitada de ampliação e modernização do edifício. Idealizado pelo arquiteto Eduardo Souto de Moura, o projeto tem o objetivo de dar mais capacidade de armazenamento à biblioteca, um edifício centenário, construído em 1842.

 

A intervenção na BPMP centra-se em três vertentes: reabilitação do edifício existente; conservação e manutenção de espaços existentes assim como de elementos construtivos e decorativos de elevado interesse Arquitetónico, por fim, dois novos volumes de construção.

 

No âmbito da remodelação da atual biblioteca, objetiva-se a redistribuição dos espaços para otimizar a organização dos serviços. Já no plano de conservação e manutenção, estão incluídas a atual Sala de Livre Acesso, a Biblioteca Infantojuvenil e o Auditório, estruturas que passaram por intervenções em 1982 (arquiteto João Carreira), 1994 e 2001 (arquiteto Souto Moura), respetivamente.  De igual forma, o projeto prevê a reabilitação e conservação de elementos construtivos e decorativos, nomeadamente arcos em pedra e fontes existentes no interior e exterior do edifício.

 

Finalmente, as novas construções vão abranger desde a criação de novos volumes de depósito legal e uma nova cave, até uma nova Biblioteca Sonora e a criação de espaços exteriores ajardinados.

 

FACTOS & NÚMEROS

  • Construção nova/Ampliação – 7.700,00 m2
  • Requalificação do existente – 7.680,00 m2
  • Demolição – 1.377,00 m2
  •  Depósitos total – 3.750,00 m2 com 34.815 metros lineares de estantes móveis
  • Depósitos a equipar – 2.625,00m2 com 21.200 m2 lineares de estantes móveis

 

A empreitada para requalificação da Biblioteca Pública Municipal do Porto tem um investimento global de 29,2 milhões de euros. Os serviços da BPMP serão encerrados ao público a partir do dia 1º de abril e o concurso público tem previsão de lançamento para o mesmo mês. O prazo previsto para conclusão das obras é três anos, em dezembro de 2027.